Santos Mártires: preparativos para 1ª Cantata do RN seguem a todo vapor

Após a canonização dos Mártires, no dia 15 de outubro, São Gonçalo do Amarante já abre as celebrações aos primeiros santos do Rio Grande do Norte em grande programação nos dias 27, 28 e 29, com a encenação da “Cantata dos Santos Potiguares”. Costureiras, figurinistas, atores e técnicos da Cultura trabalham a todo vapor para exibir um grande espetáculo, com expectativa de público acima de 20 mil pessoas somente no dia principal, 28.

Com investimento na ordem dos R$ 822 mil para estrutura (palco, som, telões de led, banheiros e equipamentos para transmissão ao vivo), publicidade (TV, rádio, bus doors e outdoors em Natal, Recife e João Pessoa) e espetáculo (contratação de elenco e equipe de apoio, bem como montagem e estrutura), a encenação – primeira nesses moldes na história do estado – reconta a saga dos heróis martirizados, através de uma ação do Governo do Estado, Arquidiocese de Natal e Prefeitura de São Gonçalo do Amarante, empregando diretamente mais de 70 pessoas e outras 300 indiretamente.

De responsabilidade da Fundação José Augusto, o auto une arte, cidadania e religiosidade. Tem direção geral da produtora e coreógrafa Diana Fontes, direção musical de Danilo Guanais (que escreveu e compôs a Cantata a partir dos escritos de Padre Murilo e do Monsenhor Herôncio e tem grande reconhecimento mundial: teve seu madrigal mais famoso, “A Missa de Alcaçuz”, executado no Carnegie Hall, em Nova York), produção executiva de Danielle Brito, figurino assinado por Ricardo San Martini e projeção mapeada de Wilberto Amaral.

Destaque para a participação expressiva de são-gonçalenses. Os assistentes de direção e produção, respectivamente, Gleydson Almeida e Flávio Henrique, são do município. E a seleção do elenco é quase que em sua totalidade composta por pessoas da cidade: a encenação conta com 38 artistas locais, das42 pessoas no palco. Para Diana Fontes, montar um espetáculo dessa grandiosidade em tão pouco tempo requer sobretudo “cumplicidade” com o elenco. Sendo assim, nada mais oportuno que ele fosse formado por pessoas que conhecem a história que será contada, aproveitando-se também a riqueza do cenário artístico da cidade. “Será um trabalho de integração entre o conhecimento (histórico e oral) que eles têm com a nossa prática de fazer autos”, ressalta.

Os ensaios estão acontecendo no Ginásio do Centro e a partir da próxima semana passam a ser realizados no Monumento dos Mártires. Para o ator Alex Ivanovich, nascido em São Gonçalo do Amarante, a experiência para os atores da cidade é muito válida, uma vez que estão tendo contato com uma equipe técnica que traz conhecimentos diferenciados das montagens feitas em teatros pequenos. “Já estamos acostumados a contar essa história. Mas através de uma Cantata é a primeira vez. Estamos tendo contato com elementos cênicos e musicais, que são experiências novas para boa parte dos artistas daqui”, opinou.

Já no ateliê, uma força tarefa agiliza a produção dos figurinos. Aderecistas e costureiras seguem em ritmo acelerado para confeccionar todo o material a tempo. San Martini ressalta que sua principal prerrogativa na hora de criar o figurino foi promover empatia entre as pessoas e a Cantata. Por se tratar de um espetáculo de rua, há necessidade do figurino ser bastante chamativo. Desse modo, as roupas são ricas em adereços.

TURISMO RELIGIOSO

A expectativa é que o espetáculo passe a integrar o calendário cultural do estado e, futuramente, do Brasil. “Estamos vivendo o melhor momento da história da nossa cidade e que só vai melhorar com essa canonização dos 28 mártires de Uruaçu”, observa o prefeito de São Gonçalo do Amarante, Paulinho Emídio. Segundo o gestor, 600 milhões de pessoas no mundo procuram pelo turismo religioso. No Brasil, a média é de 18 milhões. “Vamos trabalhar pra atrair esse público. Já estamos iniciando várias ações junto às dioceses do estado e região Nordeste, mas queremos trabalhar as dioceses de todo o país, com apoio e articulação da Arquidiocese de Natal”.

PROGRAMAÇÃO

O Auto conta ainda com participação especial do Coral Canto do Povo, que esteve na Cerimônia de Beatificação dos Mártires em 2000, em Roma. Veja programação: no dia 26, um ensaio será apresentado para autoridades e imprensa, no Monumento dos Mártires, às 19h30. No dia 27, a apresentação será aberta ao público, no mesmo local, também às 19h30; já no dia 28, com missas e shows, a programação no santuário iniciará às 17h. Pra encerrar, no dia 29, o Auto será exibido no patamar da igreja Matriz da cidade.

Via SECOM – FOTOS: JÚNIOR SANTOS

Comente

Comente